Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

sábado, 16 de outubro de 2010

A holística, o multiculturalismo e a globalização na poesia imparcialista

Somos todos maravilhosamente imperfeitos


Somos todos deficientes em alguma coisa,

Somos todos iguais partindo da consciência

De que somos todos criaturas incompletas

e dessa incompletude nasce o amor,

a necessidade de amar e ser amado,

dessa incompletude é que nasce em nós

a integração com a natureza e o cosmo.

Somos todos incompletos,

E a necessidade que temos um do outro

É que nos faz humanos,

E nos dá as virtudes cristãs de caridade e compaixão,

E o respeito budista por todas as formas de vida.

Somos a extensão biológica de nossos pais,

E a expansão cultural de nosso meio,

Somos a terra que germina

E a vida que brota insensatamente de si mesma

Numa espécie de autocriação resultado do fato

De sermos todos incompletos e nos fundirmos

Sem que perdemos nossa individualidade

Dentro dos universos que nos compõe.

Somos todos maravilhosamente incompletos,

E dessa incompletude que nasce o sentido da vida

E o amor e essa necessidade de amar

Que a palavra amor não alcança...

Saulo Menezes Castro

J.Nunez

Saulo Menezes Castro poeta da integração com à natureza, da ciência sem cálculos e da filosofia sem teses e teorias. Poeta do envolvimento e da dança com os átomos, poeta da fusão do homem consigo mesmo, da individualidade, da consciência de existir e da integração com o universo. O homem é apenas uma pequena parte, um único membro desse corpo infinito e universal.

A POESIA IMPARCIALISTA É O REFLEXO DE NOSSA ERA DA INFORMAÇÃO, DA GLOBALIZAÇÃO, DA INCLUSÃO E ESSA NECESSIDADES DE UM OLHAR HOLÍSTICO SOBRE A VIDA E O MUNDO.

Cidade de Marília

Blog da cidade de Marília

Educação, cultura, informação,
esportes, cursos, empregos e concursos na cidade de Marília.


http://cidadedemarilia.blogspot.com/
 
Esse blog é publicado por José Nunes Pereira.
, 10 de outubro de 2010
 
História da cidade de Marília


Em 1926, Bento de Abreu Sampaio Vidal, fundador da cidade de Marília, originário de São Carlos, adquiriu uma extensa faixa de terra, procedendo o loteamento de seu patrimônio.

A Campanha Paulista de Estradas de Ferro tinha um esquema para as estradas que iam sendo inauguradas terem os nomes em ordem alfabética. Por isso, com a chegada dessa Companhia na região, foi denominado que o nome da cidade deveria começar com "M". Depois de muitas idéias, Bento de Abreu em uma de sua viagens de navio à Europa leu o livro de Tomás Antônio Gonzaga "Marília de Dirceu", de onde tirou o nome de Marília.

Marília é uma cidade relativamente nova, tem como data oficial de sua instalação 4 de abril de 1929.

A economia de Marília, no ínicio, era baseada no cultivo de café. Depois foi substituído pelo algodão. Na década de 40 a cidade se firmou como pólo de desenvolvimento do Oeste Paulista, quando se verificou um grande crescimento urbano e populacional.

Um novo ciclo industrial na cidade de Marília começou com a instalação de novas indústrias, na década de 70, pricipalmente na área alimentícia e metalúrgica. Marília pode atrair vários jovens a região o que ajudou no desenvolvimento do comércio da cidade, devido a instalação de vários cursos universitários

Hoje Marília é conhecida como "Capital Nacional do Alimento" devido a, aproximadamente, 50 indústrias na área alimentícia.

PopulaçãoPossui aproximadamente 220 mil habitantes

Extensão Territorial

Possui uma área total de 1.194 km²; sendo 42 km² de área urbana e 1.152 km² de área rural. Tem uma altitude de 650 m e sua topografia descreve uma região montanhosa.

Meio Ambiente

Marília tem um Horto Florestal de 554 ha; um Bosque Municipal de 17,36 ha; uma área reservada ao reflorestamento de 2.000 ha e uma área de vegetação de 7.400 ha de vegetação natural.

Educação

O município conta com uma privilegiada estrutura de ensino, possuindo sistemas de educação desde a básica até superior e pós-graduação. A Rede Municipal de Educação conta hoje com 50 unidades, sendo 5 berçários, 26 Emeis (Escolas Municipal de Educação Infantil) e Emeis-Creche; 3 Emefeis (Escolas Municipais de Ensino Fundamental e Educação Infantil) 16 Emefs (Escolas Municipais de Ensino Fundamental), atendendo a um público de aproximadamente 21 mil alunos. Além disso, o município dispõe do CAP (Centro de Apoio Psicopedagógico), para atender estudantes com dificuldades de aprendizagem. O sistema escolar instalado conta ainda com 46 escolas estaduais; 16 escolas particulares; 2 faculdades; 1 fundação de ensino e 3 universidades (duas públicas e uma particular). São mais de 40 cursos superiores instalados no município, que atrai estudantes de toda a parte do país. Marília conta também com várias redes de escolas de línguas, matemática, e cursos profissionalizantes, como o Ceprom (Centro Profissionalizante de Marília), Etec (Escola Técnica Estadual) Antonio Devisate, Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial), Sesi (Serviço Social da Indústria) entre outros.



Saúde

O município é referencia estadual em Saúde. Marília possui 5 hospitais, outro em fase de abertura e 1 maternidade. A cidade é servida por inúmeras clínicas, empresas de diagnósticos e lojas de produtos hospitalares. A Rede Municipal de Saúde é exemplar. Conta com 29 USFs (Unidades de Saúde da Família), 12 UBSs (Unidades Básicas de Saúde), 1 Policlínica e 2 PAs (Pronto Atendimento). O município conta ainda com serviços diferenciados como o Caps (Centro de Atenção Psicossocial), tratamento de obesidade infantil pelo Caoim (Centro de Atendimento à Obesidade de Marília), 1 Clínica de Fisioterapia, que funciona na antiga estação ferroviária, 1 CEO (Centro de Especialidades Odontológicas), 1 Clínica de Fonoaudiologia, além do atendimento do Programa Municipal de Ações Antitabágicas, que colabora na recuperação de pessoas viciadas em tabaco



Economia

Marília tem uma economia pujante. Indústria, comércio e prestação de serviços são destaques no município, com empresas que distribuem seus produtos para o mercado nacional e internacional. Conhecida como Capital Nacional do Alimento, o parque industrial mariliense conta com cerca de 1.100 empresas do setor alimentício, metalúrgico, construção, têxtil, gráfico e plástico, entre outras. Nestlé, Marilan, Dori e Sasazaki são algumas das empresas que destacam o município. No setor comercial, Marília dispõe de mix de lojas dos mais variados segmentos. O município possui dois shoppings centers, duas galerias, além de um centro comercial com calçadão híbrido, atraindo consumidores de toda a região, num raio de até 100 quilômetros. O setor agropecuário também tem participação no município. Café, amendoim, melancia, borracha, coco, laranja, manga, maracujá, cana-de-açúcar, mandioca, milho, são culturas produzidas na zona rural. Suinocultura, bovinocultura (corte e leite) e avicultura (corte e produção de ovos) também tem seu espaço na economia mariliense.



Prestação de serviços

Com aproximadamente 12 mil prestadores de serviço, Marília tem um crescimento expressivo neste segmento, levando-se em consideração o aumento no número de instituições financeiras (rede bancária), oficinas, escritórios e outros segmentos, além de profissionais liberais dos mais diversos segmentos.



Redes representativas

Marília, como pólo administrativo, tem representação regional dos mais diversos serviços, institutos, confederações, sindicatos e entidades, como o Sebrae (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), Senac, Senai, Sesi, Ciesp (Confederação das Industrias do Estado de São Paulo), Sest/Senat (Serviço Social do Transporte/Serviço Nacional de Aprendizagem no Transporte), Ipem (Instituto de Pesos e Medidas), Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo), Jucesp (Junta Comercial do Estado de São Paulo), além de entidades locais de expressão como Acim (Associação Comercial e Industrial de Marília), Sincovar (Sindicato do Comércio Varejista de Marília e Região), Adima (Associação das Indústrias Alimentícias de Marília), entre outras.



Cultura, lazer e esporte

O município possui vários equipamentos voltados ao lazer e a cultura – 4 teatros, 7 anfiteatros, 8 salas de cinema, 1 clube de cinema, 2 espaços culturais, além de praças e o Bosque Municipal Rangel Pietraróia. Marília tem vida noturna centrada na gastronomia e eventos principalmente de perfil universitário. O município participa e é rota obrigatória de eventos culturais estaduais como o Mapa Cultural Paulista, Virada Paulista e outras iniciativas. Também é uma das poucas cidades a ter desfiles de Carnaval de rua. Na parte esportiva, Marília tem espaços diferenciados como o PAM (Parque Aquático Municipal) Tetsuo Okamoto, 2 academias ao ar livre, pista de aeromodelismo, 4 estádios municipais, 1 ginásio municipal e outro em construção. O município também conta com 6 clubes sociais e inúmeras chácaras particulares de recreação.



Assistência social

Marília conta com uma rede integrada de assistência social, com várias entidades filantrópicas e religiosas que atendem a todos os públicos, desde os mais jovens até os idosos, assim como os migrantes. A Rede Municipal de Assistência Social conta com o Creas (Centro de Referência Especializado em Assistência Social, 3 unidades do Cras (Centro de Referência em Assistência Social, 9 Casas do Pequeno Cidadão, o Centro-Dia, e a Fumares (Fundação Municipal de Recuperação Social)/Centro de Referência do Migrante. O município gerencia também programas estaduais e federais como o Bolsa Família, Renda Cidadã, Ação Jovem e Viva Leite.

Postado por José Nunez às 12:55 Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar no Google Buzz

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Poema para os professores e companheiros de profissão

Sou professor, mas nesse dia quero ser apenas aprendiz, e só aprendiz.

Aos companheiros de profissão

Companheiros e caminhos


Não sou eu quem vai dizer
Para onde você deve caminhar...
Não sou o dono da verdade,
Mas se um dia você achar
Que eu estou no caminho certo,
Me procure, estão caminharemos juntos,


Porém se um dia descobrir que estamos
No caminho errado, me diga,
Então iremos por outros caminhos...
Se o meu caminho foi um engano,
Quero que saiba que jamais faltei com a verdade
E com a sinceridade para conosco.


Sou rio que foi sujo pelo caminho
E se purificou correndo entre as pedras e as quedas,
E broto outra vez cristalino.

Saulo Menezes Castro
J.Nunez

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

A cobiça, a necessidade e isso que chamamos de amor

A cegueira dos homens


http://matizesdoamor.blogspot.com/ /

Há três motivos para um homem ficar cego,

O primeiro é a cobiça, o segundo é a necessidade

E o terceiro é tudo isso que chamamos de amor.



O que chamamos de amor, as vezes é amor sim,

Mesmo que dentro de nossos conceitos do que seja amor.

Outras vezes ou quase sempre, é instinto e desejo sexual

Enobrecido pelo substantivo abstrato amor.



Em síntese, o amor é uma junção de tudo isso...

Meus conceitos e maneira de sentir amor

Está mais sujeito a minha idade mental e física,

Minhas experiências amorosas,

Minha anotomia interior e abstrata e condição social

Do que ao amor em si... E o que é o amor em si...

Salomão Alcantra
J.Nunez 

O governo não pagou a dívida externa!? Com assim!...

Esse que é o maior feito do governo...

O governo não pagou a dívida externa!?

Com assim!... Mostra para eles o extrato Presidente!

E cala a boca desses pessimistas....

A televisão falou que o Brasil vai muito bem!

Que estamos até emprestando dinheiro

Que estamos até cuidando de outros países.

Será que é tudo mentira!...

Será que fomos enganados todos esses anos...

Eu vou passar mal!...

Estou me sentido igual a marido traído...

E o governo a mulher pega em fragrante...

O governo poderia dizer aquela frase clássica

Em cenas de traição em nivelas:

_Não é bem o que você está pensando!

Eu posso explicar.

_Bem que eu desconfiava! Que estava sendo traído.

Eu disse outro dia: Estatística é o que eu vejo,

E o que eu vejo é violência nas ruas,

Favelas e mais favelas,

Pobres sustentados com bolsa família,

Hospitais abandonados,

Policia “desarmada”

Desempregados catando papel,

Escolas e professores humilhados,

Pobreza cultural extrema,

Não sabemos o que é comprar um livro,

Na educação estamos entre os piores dos piores,

Há crianças comendo em lixões,

As cadeias não cabem mais os réus que são também vitimas,

Esse é o país que vemos...

Está na hora de cairmos na real!...

Não somos a suíça,

Nunca se quer chegamos perto de qualquer país Europeu.

Estão nos vendendo um mascará bonita

Para encobrir a cara horrível de nossa realidade...

Eu quase acreditei! Mas a realidade nas ruas fala muito mais

Que qualquer propaganda de governo!

Que vergonha! O que vão pensar da gente!

Salomão Alcantra
J.Nunez

Leia:

http://www.adur-rj.org.br/5com/pop-up/farsa_da_divida_externa.htm

http://www.gamalivre.com.br/2010/08/lula-mentiu-sobre-divida-externa-nao.html

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Esgotamento dos recursos naturais

Quando os homens fundam cidades, descobrem terras,

Buscam nelas os recursos para que possam viver.

Os homens atualmente,

Depois de esgotarem com os recursos do planeta terra,

Tão buscando recursos para a vida no planeta Marte.

Os homens buscam tão distante e fora de si mesmos

Os recursos para a vida, quando na verdade os recursos

Para a vida feliz está na alma de todos nós.

A natureza produziu os recursos para a vida,

Que deveria ter sido integrada com os recursos da alma dos homens.

No coração dos homens, na alma dos homens

Está a sabedoria de sua virtudes, as faculdades de sua alma...

São elas o maior recurso a ser explorados para uma vida feliz...

O homem pode começar a explorar os recursos eternos e inesgotável,

Se começarem a olhar para dentro de seus corações,

Que é o templo de Deus no homem.

Quando mais o homem explora sua alma

E descobre nela suas virtudes adormecidas, e as colocam em prática,

Mais ele tornam, pela consciência, o mundo melhor para se viver.

O paraíso na terra começa nos corações dos homens.

As virtudes de nossas almas é a única salvação para esse planeta

Esgota em seus recursos para a vida.

Se esse planeta está condenado,

As virtudes, as faculdades da alma

Nos salvará pela consciência de nós mesmos.

Francisco Medeiros

J.Nunez
http://cidadedemarilia.blogspot.com/

Poema de perdão, amor e reconciliação

Todos nós Erramos


Todos nós erramos, muitos de nós não temos

O tempo para repararmos nossos erros,

Outros de nós não tem a sorte

De não ficar seqüelas desses erros,

E somos obrigados a pagar

Por esses erros a vida inteira.

A caridade e a compaixão

É maior e mais belo ensinamento Cristão.

Tivemos tempo e a sorte,

Perdoar, chorar justos pelo nosso passado,

Olhar em seus olhos e sentir

O amor de Deus e o seu perdão,

Aliviou meu coração, agora sim, posso caminhar

Sem o peso morto dos rancores,

Sem as feridas que não fechavam,

Sem as ruminações do que fomos.

Eu quis tanto, tanto ter chorado outras vezes,

Eu quis tanto, tanto ter ouvido suas palavras de perdão.

Todos nós erramos, e nossos erros foram etapas do caminho,

Todos nós erramos, e nossos erros foram degraus da escalada.

A compreensão de que somos sempre um esboço

Do que poderemos ser um dia,

A compreensão de que erros e acertos é a vida

Vivida com todos a sua veracidade,

A compreensão de que estamos a caminho de nós mesmos,

E que muitas vezes somos enganados

Por nossos verdades, nossos convicções

E nossas supostas razões.

Todos nós erramos, hoje porém choramos justos nossos erros,

Nos entreolhamos feitos amigos

E nosso olhar confessou a saudade que sentíamos,

E nosso olhar nos deu a certeza do perdão,

Depois o sorriso com a leveza de alma liberta,

Depois o sorriso que dizia que podíamos ser felizes...

Francisco Medeiros

J.Nunez

http://cidadedemarilia.blogspot.com/


Análise do Poema

A poesia Imparcialista busca a função da palavra, a função da arte, a função do texto literário, sua preocupação com a estética, a poética e os conceitos de que isso é ou não literatura está sujeita a função que um texto pode ter na vida de um indivíduo, portanto, antes das críticas de que isso não é poesia e sim auto-ajuda, quero deixar claro que muitos textos de auto-ajuda são muito mais importantes do que muitos poemas quando pensamos no que são capazes de produzir.
Um exemplo é aquele poema que fala de um vaso grego.

domingo, 10 de outubro de 2010

Isabela Nunes Pereira: Talento na Pintura

 
Criança: um mundo para se divertir, criar e ser feliz

Concurso valoriza pintura. Crianças têm várias opções para o feriado

Às vésperas do Dia das Crianças cabe destacar alguns talentos da cidade. Isabela Nunes Pereira, 11, Kelly Naomi Matsui, 8, e Izabelle Caroline dos Santos Teixeira, 10, contam como foi vencer o 5º Concurso Infantil de “Óleo Sobre Tela”, realizado pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo. Nesta edição também publicamos opções para a garotada neste feriado prolongado.
Ela tem apenas 11 anos de idade, 1,5 ano de pintura e cursa o 5º ano do Ensino Fundamental na escola “Reiko Uemura”. Isabela Nunes Pereira segue os trilhos do tio Jair Nunes Pereira na pintura. Foi a primeira colocada no concurso, com a tela “A Fazenda”.
Por iniciativa própria pediu para que a colocassem na aula e foi para o atelier do artista plástico Aloísio Dias da Silva, primitivista com vários prêmios. “Com a pintura mudou muita coisa na minha vida. Aos sábados não tinha o que fazer, agora vou para o atelier”, conta a garota que gosta de desenhar. Ela também procura seguir as orientações do professor. Quando tem dificuldade pede ajuda, presta muita atenção e não faz nada muito rápido.
Mas, como criança, se dedica aos estudos e gosta muito de brincar. Pular corda, esconde-esconde e escolinha estão entre as atividades preferidas. Para ela ser criança é “da hora”, só não pode ficar na rua. Enquanto aguarda receber o prêmio (R$ 600,00 menos descontos) se programa para gastar: ajudar a mãe, comprar algumas roupas e reservar R$ 50 para se divertir e tomar sorvete com o irmão caçula.
A segunda colocada no Concurso com a tela “Orquídea”, Kelly Naomi Matsui faz aulas na escola Capricho desde fevereiro deste ano. Como sempre gostou de desenhar uma tia sugeriu a pintura. Aluna da Emef “Edméa Sola”, gosta de jogar bola e brincar com as irmãs Natália, Monique e Larissa. A mãe Edna ficou sabendo do concurso e inscreveu Kelly e Monique. As duas estão com as telas expostas na Galeria Municipal de Artes.

http://cidadedemarilia.blogspot.com/

HOLÍSTICA E POESIA IMPARCIALISTA

Saulo Menezes Castro poeta da integração com à natureza, da ciência sem cálculos e da filosofia sem teses e teorias. Poeta do envolvimento e da dança com os átomos, poeta da fusão do homem consigo mesmo, da individualidade, da consciência de existir e da integração com o universo. O homem é apenas uma pequena parte, um único membro desse corpo infinito e universal. Saulo Menezes Castro é um poeta holístico, essa idéia de integração com o universo não é um conceito da filosofia ou da psicomotricidade, na cultura indígena, asiática, africana em outras culturas que não seja essa que é basicamente cristianismo e capitalismo, a holística sempre existiu. Os índios é um exemplo dessa idéia de integração, seus deuses da árvore, seu deuses da chuva, seus deuses dos animais etc, sempre foram vistos pela cultura cristão como tolices, ignorâncias etc. Agora que estamos rumo ao uma catástrofe ambiental, podemos afirmar que a cultura do índio é a nossa salvação mas provável, e não o cristianismo que foi imposto e continua sendo imposto, com a mesmo arrogância do tempo da colonização. Não há mais espaço para as imposições, o caminho para a humanidade, agora com a democratização do conhecimento, é o sincretismo cultural e religioso. A cultura indígena é a salvação da humanidade porque essa cultura vê o homem com um ser integrado a natureza, muito diferente de nossa cultura capitalista cristão que sempre viu o ser humano com a maior e mais perfeita criação de Deus. Os deuses em todas as coisas que vemos em muitas outras culturas,deu a esses povos um respeito a natureza, que não somos nem si quer capazes de compreender. Esses deuses em tudo dessas culturas são os gnomos e os elementais da cultura esotérica. A holística pode salvar o mundo. O sincretismo que muito não gostam nem si quer ouvir falar é o caminho mais provável, agora que vivemos a era da informação, do multiculturalismo e do globalismo, o regionalismo pode ser preservado, porém não é possível represar o conhecimento, porque o conhecimento anda com o homem, e esse homem virtual é um andarilho universal. A gnose moderna de Samael Aun Weor é o maior exemplo de integração do homem com o mundo, do homem com sigo mesmo e com a cultura universal. a individualidade do homem e da natureza é preservada quando vemos o homem com um membro de um corpo universal. Em nossos corpos temos nossas individualidade, não confundimos a mãos com as orelhas, os pés com o nariz, cada membro de nosso corpo tem a sua individualidade preservada pelos instinto e pela nossa consciência de existir. A maneira como estamos organizados é que torna possível nos reconhecemos como seres humanos, e a nossa dependência do o mundo que nos cerca é que nos permite reconhecer que somos seres integrados com a natureza.O multicuturalismo é um fator importantissimo para que possa haver um intendimento entre os povos do mundo, a imposição de alguns símbolos de uma cultura determinada em um espaço onde é freqüentado por indivíduos das mais variadas culturas, é um desrespeito a essa liberdade de conhecer, de se informar, de se integrar a cultura universal. O individuo multiculturalizado amplia sua capacidade de compreensão de si mesmo como homem integrado ao universo e individuo com algumas independências preservadas.


Mantra

Eu amei,
Amei, amei, amei, amei, amei, amei, amei, amei, amei....
Até que o amor se tornou um mantra em minha boca,
Silêncio em minha mente e em meu coração,
E meu corpo se fundiu com minha alma
Que alcançou o nirvana...
E rompeu a fronteira
Entre ser e existir plenamente....
Dentro e fora de si....
Eu pronunciei a palavra amei
Até desconfigurar seu sentido...
E encontrar a meditação...
E tocar o impalpável...
E ser abstrato e sólido dentro do que não existe,
O tempo...

Saulo Menezes Castro

J.Nunez

Bolsa família...Bolsa miséria....ou votos esmolas

Programas e promessas de governo...
 
Os brasileiros é um povo
Que elege consciente..., Da bolsa família...
A eleição de Dilma Rousseff
Poderá vir de votos de esmola,
Ou votos de bolsa família.

Funcionou na última reeleição
Funcionará outra vez.
Isso que é governar para pobre!
Pobre é pobre!,,, E pobre gossssta de esmola...

Sou pobre, mas um pobre orgulhoso
Que não aceita misérias,
Quero educação para nossos filhos:
Educação é à base de um país.
Quero saúde para nossos velhos,
Quero justiça e segurança para os cidadãos,
Quero dignidade para nosso povo,
Quero cultura e lazer para as famílias,
Quero um salário que seja suficiente
Sustentar, educar e garantir saúde e lazer
Para nossos meus filhos.
Isso não é utopia....Isso é divisão justa de renda...

Mas somos os da mentalidade colonial,
Somos os das esmolas, das bolsas famílias,
Os sem propósitos, os sem consciência política,
Os da cultura das misérias e da fraqueza,
Somos aqueles que se compra
Com bolsa família...e outras agradinhos....
Somos os da conservação da miséria.

Nessa eleição já houve voto de protesto,
E no segundo turno haverá o voto de esmola...
Ou bolsa família...que definirá mais uma vez,
Deus dos colonizados.... Até quando! Até quando!...
As promessas de eleição deve ser feita aos pobres,
Depois o governo deve cumprir as prormessas de bolsa familia
para que os pobres pensem que existe governo de miseraveis,
Enquanto governa para a elite...e o poder...que o apoia...
Talvez esse mesmo texto servirá para daqui a quatro anos...

Salomão Alcantra

J.Nunez

A grande vantagem de Dilma Rousseff (PT) sobre José Serra (PSDB) no Nordeste garante a atual dianteira à petista na disputa do segundo turno à Presidência.

Dilma tem 62% de intenções de voto no Nordeste. É o dobro dos 31% obtidos por Serra na região --na qual se concentra o maior número de beneficiários do Bolsa Família e onde o presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem suas maiores taxas de aprovação.

http://www1.folha.uol.com.br/poder/812469-nordeste-assegura-dianteira-de-dilma-no-2-turno.shtml

Postagem em destaque

O Imparcialismo: O Ciclo de Saturno

O Imparcialismo que começou a ser escrito em 2006 E  revelado em 2008. Foi à leitura do fim de um período, Iniciado pós-guerras, tempos...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA