Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

sábado, 17 de setembro de 2011

Amor: clássico, moderno e transcendental

 
O amor clássico era tão intenso...
Que anula os seres que se amavam,
Os amantes não tinham objetivos reais e vida real,
Apenas se amavam eternamente
E anulavam a vida e o ser humano.
No amor contemporâneo
 As pessoas vivem tanto a vida real e o ser humano
Que anula a eternidade e o próprio amor
Que se tornou apenas sexo gostoso...
Os amores em todos os tempos
Só pode encontrar equilíbrio na magia sexual
Que torna o amor humano, transcendental, sexual e eterno.
Perfeito!
Salomão Alcantra
J.Nunez

POR QUE ESCREVO NA INTERNET?

Por que escrevo na internet?
Escrevo porque a internet aceita qualquer coisa, rararaaaaa!
Escrevo porque não vou estou disposto a viver frustrações,
Não estou disposto a ouvir aquela conversa clichê:
Seus textos não atende ao mercado consumidor
No qual nossa empresa está direcionada...
Não quero ver gavetas e mais gavetas entupidas de papéis,
Escrevo porque não quero atender público nem um...
Escrevo porque minha literatura tem muito pouco de propósito literária e
Objetivos profissional, e muito de propósito de auto-desenvolvimento
E compreensão de mim mesmo e de nosso tempo,
E isso não espera!
J.Nunez

POEMAS PARA GENTE SUJA...POESIA IMPARCIALISTAS

Em mim a falta de arrependimento e sentimento de culpa não é perfil de criminoso;  em mim essa falta de sentimento de culpa e arrependimento do que fiz ou disse é a mais pura frieza imparcialista comigo e com o  próximo.                                                
Não tenho aquele sentimentalismo e aquela encenação de vida, felicidade e alegria tão comum em pessoas que se arrependem do que fez e falou, não sou de arrependimentos porque em mim não há sentimentalismo, amor e vida encenada, o que digo e faço é uma realidade permanente com a frieza das verdades  nada românticas; minhas verdades não são ditas quando são insuportáveis, porém minhas mentiras quase sempre omitidas ou são bem elaboradas para esconder essas verdades difíceis de ouvir. 
Não me arrependo das mentiras salvadoras, afinal,  eu as aprendi com a igreja católica.  Não tenho o sentimentalismo românticos das pessoas que descobrem e esquecem por centenas de vezes o sentido da vida. Esse sentimentalismo que desperta o sentido e a encenação de vida mística, religiosa e feliz em pequenas coisas; esse tipo de encenação de vida é tão superficial e não ficcional quanto os filmes que duram até que passa as letras de final de filme.                                                                                                            
Eu sou um tipo esquisito que possui os dois pés fixado na realidade permanentemente, e no sentido único da vida invariavelmente, porém minha realidade é invertida a realidade materialista, minha realidade é metafísica e impalpável, minha realidade física é  imparcial, cruel para os das ilusões de humanas, sentimentais e físicas...

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

GAMES EM SALA DE AULA

GAMES EM SALA DE AULA,
JÁ NÃO BASTA OS CELULARES PARA OS ALUNOS JOGAR,
E RÁDIO DO CAMELO VINDO DA CHINA,
ENQUANTO O IMBECIL DO PROFESSOR FALA!

JÁ NÃO BASTA OS COMPUTADORES ONDE OS ALUNOS
SABEM APENAS O QUE NÃO SER PARA NADA,
ONDE OS ALUNOS PROCURAM MÚSICA TÃO RUÍM
E TÃO SEXUAL QUE NÃO SER NEM PARA CULTURA POPULAR,
JÁ NÃO BASTA A FALTA DE INTERESSE QUE LHE É NATURAL.

ESSA É A SOCIEDADE DO PRAZER E DO ENTRETENIMENTO
ESSA É A SOCIEDADE NÃO PENSANTE,
ESSA É A SOCIEDADE QUE SE ENTREGA
EM NOME DO NÃO ALTRUISMO,
EM NOME DO IMEDIATISMO
DE UMA GERAÇÃO QUE DESCONHECE QUALQUER
VALOR HUMANO, E POSSUI O CONSUMO COM ÚNICO VALOR.

O QUE OS ESPECIALISTAS DA EDUCAÇÃO ESTÃO PENSANDO!
SERÁ QUE ESTÃO PENSANDO EM FORMAR INDIVÍDUOS
QUE VIVE EM UM MUNDO VIRTUAL,
EM UM MUNDO EM QUE TUDO ESTÁ FEITO
É SÓ COMPRAR, EM UM MUNDO DESUMANO!
SE FOR ESSE O OBJETIVO ESTÃO NO CAMINHO CERTO!

HÁ! QUE SAUDADE DE INFÂNCIA CRIATIVA,
DO TEMPO EM QUE AS MENINAS E OS MENINOS CONSTRUIAM
SEUS BRINQUEDOS E IMAGINAVAM SUAS BRINCADEIRAS....
HÁ! QUE SAUDADE DAQUELE TEMPO EM QUE O PAI
APENAS OLHAVA E O FILHO ENTENDIA...
HÁ QUE SAUDADE DAQUELE TEMPO EM QUE O SER HUMANO
E SEUS VALORES ERRAM TUDO!...
E ESTAVAM MUITO ACIMA DO ENTRETENIMENTO,
DO PRAZER E DO CONSUMO.

J.NUNEZ


Educadores aprovam utilização de games em sala de aula

Educadores aprovam utilização de games em sala de aula

Ainda não está claro quais serão os impactos reais dos jogos eletrônicos no desenvolvimento de crianças, mas as iniciativas para combinar conteúdo pedagógico com games vêm se multiplicando nas escolas

Fonte: Valor Econômico (SP)
 

 
Todos Pela Educação  Ainda não está claro quais serão os impactos reais dos jogos eletrônicos no desenvolvimento de crianças e adolescentes, mas as iniciativas para combinar conteúdo pedagógico com o universo dos games vêm se multiplicando nas escolas brasileiras, com apoio dos educadores.
O tema, que permanecia restrito aos profissionais do ensino, ganhou destaque nesta semana, quando o governo federal anunciou que estuda reduzir o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) cobrado sobre os jogos digitais, desde que eles tenham aplicação educacional.
Para Rosemeire da Silva, coordenadora do curso de espanhol do Colégio Bandeirantes, de São Paulo, a junção entre Educação e games é uma das alternativas mais eficazes para resolver um dos principais dilemas contemporâneos no setor de Educação.
"Hoje, os alunos estão muito expostos à linguagem digital. Dessa forma, reunir esses elementos faz com que a gente se aproxime com mais facilidade do cotidiano dos estudantes", diz.
Na avaliação dos educadores ouvidos pelo Valor, mais do que reduzir essa lacuna, a associação com os recursos narrativos e gráficos dos jogos permite que os alunos ampliem o entendimento de conteúdos específicos e, ao mesmo tempo, desenvolvam aspectos como a colaboração e a interação com seus pares.
"Como lidam muito com desafios e superação de fases, os games acabam fazendo com que eles troquem informações e se ajudem", diz Kátia Aparecida de Castro, professora de ciências de ensino fundamental do Colégio Pueri Domus, de São Paulo.
No Rio, notas dos alunos de 410 escolas que usam jogos digitais são até 20% maiores que no restante da rede
Depois de adotar lousas digitais nas salas de aula em 2009 e distribuir netbooks e tablets aos alunos, o Pueri Domus identificou a necessidade de investir na oferta de games por meio do portal do colégio.

"A ideia era que eles não se limitassem às pesquisas na internet e que as aulas pudessem ter esse elemento lúdico", diz Kátia.

Vinicius Nobre, gerente de produtos da Cultura Inglesa, reforça outros fatores inerentes aos jogos digitais. "No nosso caso, eles permitem que o idioma seja um meio e não o objetivo final, ao contrário do que acontece nos métodos tradicionais. O estudante aprende sem perceber". A rede oferece mais de 100 jogos em seu portal.

O desenho dessas iniciativas não se restringe aos colégios particulares. No Rio de Janeiro, das 1.064 escolas da rede municipal, 410 contam com um programa pedagógico aliado a tecnologias e jogos digitais, batizado de Educopedia.

Nas séries iniciais do ensino fundamental o uso é interativo, com a mistura de animações e games que ajudam as crianças a fazer operações básicas de matemática, montar sílabas e até rimar.

Rafael Parente, da área de projetos estratégicos da Secretaria Municipal de Educação do Rio, conta que as notas das provas bimestrais das escolas que utilizam o Educopedia são, em média, de 10% a 20% superiores às do resto da rede.
 
"Devemos usar os jogos para a aprendizagem porque é a maneira mais fácil de ensinar, por reunir motivação e atrair o interesse da criança e do jovem para o aprendizado. Estamos fazendo forte campanha para convencer os professores mais resistentes para que o Educopedia seja totalmente difundido na rede", diz Parente.

O interesse das escolas começa a movimentar os fornecedores. Fred Vasconcelos, diretor-executivo da Joy Street, estúdio de desenvolvimento de games para Educação e treinamento, conta que a empresa foi formada há três anos, a partir de um projeto realizado para a Secretaria Estadual de Educação de Pernambuco.

A companhia criou um portal de jogos com conteúdos temáticos que hoje é usado pelos alunos de 1,2 mil escolas da rede pública estadual. "Estamos expandindo nossos serviços e a projeção é crescer 80% em 2011", diz Vasconcelos.

Sergio Nesteriuk, professor do departamento de ciência da computação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), observa que já existe a vertente "serious games" na indústria de jogos eletrônicos. "Normalmente, os videogames estão associados à diversão, mas cada vez mais estão sendo usados para a Educação e o treinamento empresarial."

O especialista diz que os games podem ser úteis, mas recomenda alguns cuidados. O processo de criação deve ser acompanhado por educadores, e os jogos precisam ser atrativos porque são destinados a um público acostumado aos jogos comerciais.

"O game educacional não tem que competir com os blockbusters, mas se for muito chato, o tiro sairá pela culatra", afirma Nesteriuk.

O Colégio Bandeirantes seguiu essa regra ao criar um ambiente de jogos em seu portal para os alunos de espanhol. O projeto foi desenvolvido internamente pelo departamento de tecnologia e envolveu cinco pessoas, incluindo dois professores.

"Tivemos o cuidado de equilibrar os elementos para que os alunos pudessem aprender, mas de uma maneira prazerosa", diz Rosemeire, coordenadora do projeto.
 
 
GAMES EM SALA DE AULA

GAMES EM SALA DE AULA,
JÁ NÃO BASTA OS CELULARES PARA OS ALUNOS JOGAR
ENQUANTO O IMBECIL DO PROFESSOR FALA!

JÁ NÃO BASTA OS COMPUTADORES ONDE OS ALUNOS
SABEM APENAS O QUE NÃO SER PARA NADA,
ONDE OS ALUNOS PROCURAM MÚSICA TÃO RUÍM
E TÃO SEXUAL QUE NÃO SER NEM PARA CULTURA POPULAR,
JÁ NÃO BASTA A FALTA DE INTERESSE QUE LHE É NATURAL.

ESSA É A SOCIEDADE DO PRAZER E DO ENTRETENIMENTO
ESSA É A SOCIEDADE NÃO PENSANTE,
ESSA É A SOCIEDADE QUE SE ENTREGA
EM NOME DO NÃO ALTRUISMO,
EM NOME DO IMEDIATISMO
DE UMA GERAÇÃO QUE DESCONHECE QUALQUER
VALOR HUMANO, E POSSUI O CONSUMO COM ÚNICO VALOR.

O QUE OS ESPECIALISTAS DA EDUCAÇÃO ESTÃO PENSANDO!
SERÁ QUE ESTÃO PENSANDO EM FORMAR INDIVÍDUOS
QUE VIVE EM UM MUNDO VIRTUAL,
EM UM MUNDO EM QUE TUDO ESTÁ FEITO
É SÓ COMPRAR, EM UM MUNDO DESUMANO!
SE FOR ESSE O OBJETIVO ESTÃO NO CAMINHO CERTO!

HÁ! QUE SAUDADE DE INFÂNCIA CRIATIVA,
DO TEMPO EM QUE AS MENINAS E OS MENINOS CONSTRUIAM
SEUS BRINQUEDOS E IMAGINAVAM SUAS BRINCADEIRAS....
HÁ! QUE SAUDADE DAQUELE TEMPO EM QUE O PAI
APENAS OLHAVA E O FILHO ENTENDIA...
HÁ QUE SAUDADE DAQUELE TEMPO EM QUE O SER HUMANO
E SEUS VALORES ERRAM TUDO!...
E ESTAVAM MUITO ACIMA DO ENTRETENIMENTO,
DO PRAZER E DO CONSUMO.

J.NUNEZ


Mercado consumidor, capitalismo e mulher no mercado de trabalho

Mulher e Consumismo
A mulher, o homem metrossexual e o publico gay
São potências consumistas.
A mulher no mercado de trabalho é muito mais favorável
A uma sociedade que se estruturou com base no consumo,
No materialismo, no lazer, na superficialidade e na vaidade...
O homem tradicional e apurado sem sua essência de homem...
O homem constante, amante do conhecimento e do poder,
 Dedicado a uma causa, altruísta e concentrado,
Qualidades que construíram os gêmeos da humanidade,
Foram substituídas no homem pelas vivencias de sexo fácil
Consumo, entretenimento e prazer...
O homem pós-moderno está inserido desse mundo
De consumo e superficialidade, porém dopados de sexo.
São as mulheres e o publico gay as  grandes potências consumistas.
A mulher pós-moderna vive esse possibilismo de poder e consumo,
E diante dessas possibilidades deixam a essência da mulher,
E passam a ser uma mulher que se constrói para atender
A sociedade capitalista e consumista...
A sociedade pós-moderna é a autodestruição,
Enquanto se constrói e se auto-elimina...
Uma sociedade que trabalha para atender ao consumismo, e por
Conseqüência ao capitalismo, é uma sociedade que está destruindo
O planeta, os valores humanos, a alma e sua própria essência.
A sociedade pós-moderna realiza inclusões com o pensamento
Em mercado e publico consumidor, mesmo que para isso
Seja necessário destruir a essência e a formação humana.
Octávio Guerra
J.Nunez  

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Tempo de sexualização de tudo, sexualização do esporte : jogadores, jogadoras, e torcedoras nuas




SEXO E ESPORTES
Jogadores,  torcedoras e jogadoras nuas,
Essa é a sexualização do esporte,
Essa é a sexualização de tudo,
Já vivemos a comercialização de tudo,
O próximo passo era esse mesmo!
A sexualização de tudo...

Apesar dos elogios libertinos e sexuais
Isso não é evolução humana!
A nossa sexualidade não é indígena,
Não é holística e não é natural,
Nosso nudismo é exclusivamente libidinoso,
Nosso nudismo é possibilidade de aparecer;
Própria da sociedade do sexo fácil e do prazer.

O possibilismo é exclusivo desse tempo
Em que tudo é construído ou destruído
Em nome do prazer, do sexo, do aparecer e vender...

Octávio Guerra
J.Nunez

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

EMEM ESCOLAS PUBLICAS E PARTICULARES

AMOR NA POESIA IMPARCIALISTA

Por alguns momentos eu pensei que fosse amor,
Até sofri e chorei...
E todas aquelas coisa que dizem que é sinônimo de amor,
Mas esse mesmo sentimento que sinto no coração
E sutilmente entre as pernas,
Senti por outras mulheres,
Então descobri que não era amor,
Era luxuria entre as perdas e instinto sexual no coração,
Eu poderia ser simplista; dizer que estou amando de novo
E que foi amor a primeira vista,
Isso é bonito, cristão e digno,
Mas a poesia imparcialista é cruel comigo e com a sociedade,
E não me deixa mentir....  
Abílio Santana
J.Nunez

Silogismo Amoroso

Silogismo Amoroso
Eu só amo quem me ama
Você diz que não me ama
Logo eu também não te amo,
É assim mentimos o nosso amor
E sofremos as dores do orgulho,
E do amor impossível.
José Nunes Pereira
J.Nunez

Exploração da pobreza pela televisão e sua realizações de sonhos patrocinados pelas indústrias..

 
Sociedade Arena Romana
A sociedade do espetáculo de Guy Debord,
A sociedade do sexo virtual,
Amor virtual, amizade virtual, fama virtual e imediatista,
Mentira virtual, especulação virtual, traição virtual, guerra virtual...
Sociedade reality Show, arma climática...
Sociedade que deixa a vida e a cultura por estupidez em vídeos no youtube;
Esses que aparentemente são bobagens passageiras, porém
 Possuem  força  suficiente para destruição da cultura elevada.
Sociedade dos possibilitas, dos sem talento, dos sem vocação,
Dos artificiais, dos superficiais, dos exploradores e explorados
Por novas formas de exploração,
Dos explorados pela mídia com seus shows de horrores,
 Da pobreza produto explorado pela televisão
Que faz da desgraça e da miséria alheia
Um produto de entretenimento,
Prática de bondade e caridade capitalista e televisiva...
Sociedade de pessoas que são expostas em nome de seus sonhos
Que a mídia realiza justamente com as indústrias que faz propaganda
Em cima  do miserável desesperado por um ajuda,
Ajuda que desmoraliza o pai de família que o torna um eterno incompetente,
E de auto- estima que nunca mais será recuperada.
Sociedade das artes marciais sem ideologia e filosofia,
Sociedade do muro da boca e o pé na cara por entretenimento,
Sociedade dos entretenimentos acima de tudo,
Sociedade de religião de padres adaptados ao seu tempo,
Sociedade da conceitualização de tudo,
Sociedade marcado pelo consumismo e consumo de tudo,
 Sociedade ilusão de progresso,
 Sociedade de homens e mulheres desconfigurados em sua essência  de ser.
Sociedade das tecnologias e da fome no mundo,
Sociedade arena romana, das violências sem arena; ou tudo é a arena romana.
Das violências e dos crimes virtuais, das afrontas televisivas,
Das violências a ética, a liberdade de expressão, a fé, a moral e a índole.
Eu aceitaria ser explorado pela mídia e esse fosse meu único recurso,
Porém lúcido e doido como nesse exato instante.
Salomão Alcantra
J.Nunez 

domingo, 11 de setembro de 2011

Sociedade fama no Youtube


Sociedade do espetáculo,
Sociedade possibilita,
Sociedade vídeo do youtube
Sociedade que aprecia idiotices em vídeos,
Sociedade leviana de apreciação superficial
E de fama instantânea
E do esquecimento mais instantâneo ainda.
Sociedade que se expõe ao ridículo
Em troca de um fama imediatista,
 Sociedade que expõe qualquer coisa
Em nome de sucesso de internet,
Sociedade que perdeu a cultura refinada
Para vídeos maldosos e engraçadinhos na rede.
Sociedade virtual, arena virtual, crime virtual...
Tempo de Romeu virtual, Romeu ladrão...
Romeu que faz amor online...
Com Julieta que jamais se mataria por amor.
Quando eram marido e mulher
Ela deixava filmar todas as cenas de sexo,
Dizia ele que era prova de amor,
Agora que o amor acabou as imagens caiu na net.  
Salomão Alcantra
J.Nunez

Estereótipos de Brasileiro:Sexo, futebol e mulheres...

Sexo, futebol e mulheres...
É um tal de esquecer de por calcinha,
De falar que fez ou não fez sexo anal,
É uma coisa de mostrar os seios,
É Reality Show de palavras chulas,
E pornografia em horário nobre,
E dança que transpassa o conceito de erótico
E se torna nojenta e estúpida,
É uma coisa de marcha para vícios e sexo,
É uma coisa de ficar pelado para protestar
Por coisa sem importância,
É um negocio de matar e morrer por time de futebol,
E tudo isso é mais notícia que a crise mundial,
E tudo isso é estereótipos de brasileiro,
Meu Deus, nessa terra não tem gênios para ganhar o Nobel e o Oscar.
Essa é a sociedade do prazer e do sexo fácil.
Esse é o puteiro do mundo.
Salomão Alcantra
J.Nunez

Em defesa de Priscila Machado

Priscila Machado, 25, a Miss Brasil 2011, durante desfile de biquíni na preliminar na quinta (8)
"Respeito é bom e todo mundo gosta.
Trabalho duro, sério e sempre tive caráter.
Ninguém nesse mundo tem o direito de me julgar por nada...",
 desabafou por sua página no Twitter (@priscilamachado)

Em defesa de Priscila Machado.

O Brasil é o país mais hipócrita do mundo,
Um país que tem o funk do Rio de Janeiro
E sua sexualidade degenerada,
As músicas degradantes da Bahia e sua sexualidade bestial
A surra de Bunda, que ultrapassou o erótico
E entrou no campo estupidez humana,
O KUDURO, o carnaval e seu sexo explicito,
As artistas pornôs que se dizem artistas,
Um país que nos quatro dias de carnaval
Fica parecido com um puteiro;
Querer fazer barulho por causa de um seio amostra!
Faça-me o favor, não sejamos mais hipócrita, isso é ridículo,
Estou longe de ser um liberalista,
Mas odeio essa hipocrisia brasileira,
De puritanismo fora dos dias de carnaval...
J.Nunez

Postagem em destaque

Fique por perto!

Volte logo, Não demore muito, Fique por perto! Eu te esperarei dentro e fora do tempo. Sua alma é nobre, Fique no sangue do meu sangu...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA