Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

sábado, 2 de março de 2013

Poesia Imparcialista


Conexão com a vida e a morte

Mundo Mental,
Mundo virtual,
Pensamentos,
Sentimentos,
Sensações,
Virtudes,
Defeitos,
Pecado,
Manias,
E vícios
São as nossas conexões
Com a vida e a morte.

 Murilo Santiago
J.Nunez


sexta-feira, 1 de março de 2013

Nivelamento ou Relativismo


Virtude, pecado e crime

Porque você me olha desse jeito?
Pô! Eu te olho como olharia para qualquer outra
Que se parecesse com você...

Se eu não te olhasse
Não olharia para qualquer outra
Que se parecesse com você...

Eu te olho com olhos de cobiça  porque você
Cumpre meus requisitos para ser olhada.
Confessa que ser olhada
Levanta sua alta estima e aquece sua vaidade.
Ser olhada simplesmente, sem comprometimento...
Ser olhada de modo quase displicente
Por meus olhos viciados...

Porque eu deveria olhar somente para você?
Posso olhar para todas e ver apenas você,
Ou posso olhar para você
E ver todas e uma só mulher.
Posso olhar para você e querer você e todas,
Isso é tudo uma questão de virtude,
Temperamento, pecado e crime.

Pode ser que eu ame e me sacie em teu corpo,
Não sei! Pode ser!
O que não quero é afirmar que sou plano e previsível,
Porque isso eu sei que não sou!  E ninguém é.

O amor não mata...
É um pensamento plano,
O amor é só um dos muitos componentes de uma pessoa,
Uma pessoa que ama não é só uma pessoa que ama,
Uma pessoa que ama, ou que não ama
É a uma pessoa com uma multidão de pessoas na alma...

Os olhos revelam apenas a superfície da alma.
Estou cheio do relativismo de nosso tempo,
O relativismo esconde labirintos...
Diabos podem sair de meus labirintos de alma.

Murílio Santiago
J.Nunez


Psicólogo para homem e cachorro


Psicólogo para Cachorro

A mulher resmungava:
_Foi isso que eu sonhei para mim!
Catar bosta de cachorro todo dia de manhã...
O marido respondeu:
_ A vida é assim!
A mulher concluiu:
_ A vida é assim! Catar bosta logo cedo...
_ Vai para a puta que te pariu _Ou ele ou eu...
A mulher foi embora com seu ex-namoradinho de colégio.

Os cachorros são bajuladores,
 Mas no fundo se sentem mais importantes
Que tudo que há dentro da casa,
Por isso se vêem no direito de comer chinelo,
Matar as plantas, rasgar as roupas, tocar os gatos de casa etc.
Os cachorros se parecem muito com os “Puxa Saco”
Com uma enorme diferença, são fieis.
São fiéis, porém se puderem tomar o controle tomarão.
O homem e o cachorro foram para ao psicólogo...
O Cachorro latia e o homem lamentava os cornos.

A mulher ficou sabendo que o ex-marido
Estava levando o cachorro para falar com o psicólogo,
Ficou furiosa:
_Aquele corno não dá nada para o meu filho e leva cachorro ao psicólogo!

Eu também me pareço muito com esse homem, esse psicólogo,
Esse cachorro, essa mulher e esse ex-namoradinho de escola,
Apesar de toda minha pretensão de ser gato.

Abílio Santana
J.Nunez


quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Modernizar a Igreja Católica é reformá-la Segundo as paixões de nosso tempo.


“Porque vai chegar um tempo em que os homens não suportarão a sã doutrina, mas, sentindo cócegas nos ouvidos, reunirão em volta de si mestres conforme suas paixões. Deixando de ouvir a verdade, eles se voltarão para as fábulas. De tua parte, sê em tudo senhor de ti mesmo, suporta o sofrimento, faze o trabalho de pregador do Evangelho, cumpre inteiramente teu ministério.”   (2Tm. 4,3-5)

As nossas verdades e desejos

A verdade do Cristianismo,
Segundo os das liberdades sexuais,
É uma verdade imposta.
A sociedade do prazer deseja derrubar
Essa verdade que foi “imposta”
E levantar a bandeira de suas verdades
 Feita de sexo, alegrias carnais,
Entretenimento, vício e prazer...

A igreja, segundo os fieis,
Tem que se modernizar.
Modernizar a Igreja Católica é reformá-la
Segundo as paixões de nosso tempo.

A sociedade do prazer
Desconhece o caminho espiritual,
A vereda interior, o despertar da consciência,
O valor da tradição Católica,
O valor do ritual e do Cristianismo;
E desejam moldar tudo segundo suas paixões
E caprichos materialistas.
Tudo, agora,  é menor que os nossos desejos.

Antes que digam que estou sendo parcialista,
Digo que não sou, e nunca fui Católico,
Porém tenho consciência
De que a sanidade deve prevalecer, sempre!

Octávio Guerra
J.Nunez

Sexo entre mulheres não é pornografia, pode até ser capa de revista.





Sexo entre mulheres não é pornografia, pode até ser capa de revista.



Meu Deus!
O Capitalismo possibilista  e a sociedade consumista não sabe mais o que vender!
Já esgotamos todos os recursos e possibilidades!

Agora vamos comer a nós mesmos (aqui tem duplo sentido)
E vender o que temos para vender (aqui também tem duplo sentido)
Vende-se virgem (sem prostituição)
Vende-se virgindade de boneca inflável (sem parecer ridículo)
Vende-se órgãos, (é apenas um modo de conseguir uma grana)
Vende-se revista de mulheres insinuando sexo entre elas, (sem ser ponográfico)
Sexo entre mulheres não é pornografia, pode até ser capa de revista.

Insinuar sexo entre homem e mulher é pornografia;
Ainda dizem que ainda somos modernos,
A modernidade morreu no momento
Em que perdemos todos os limites,
Sensatez , lógica, coerência e equilíbrio,
Que havia na medida do possível...

Salomão Alcantra
J.Nunez


quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Modismo, mercado, capitalismo e papel de bobo.


Mimese Capitalista

Mimese capitalista:
Comprar o que o fulano comprou,
Imitar o estilo do cantor,
Fazer filho sem pai igual à famosa,
Imitar o comportamento da celebridade,
Repetir as bobagens virtuais,
Imitar o cabelo do jogador,
Ou da primeira Dama dos Estados Unidos da América.
É assim que muitas vezes fazemos “ o papel de bobo”

É assim fazemos da mimese um mercado,
É assim que perdemos a originalidade,
É assim que nos perdemos na paisagem capitalista
E construímos um mundo de modismo imediatista
Capaz de consumir a vida e a alma.

Salomão Alcantra
J.Nunez

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Sociedade, individuo e religião moldavel


Frouxidão

A Igreja Católica não é imparcialista;
É contra, porém é conivente,
Esconde, protege, molda e omite.

Aprendi muito com a Igreja Católica!
Escondo, protejo moldo e omito!
Minha Imparcialidade!
 Aqui, fica por conta da confissão
Que escondo, protejo, moldo omito...
Minha Imparcialidade é comigo mesmo.

Minha moral é mais frouxa que as religiões,
Minha ética é mais aberta
Que as pernas abertas da Dóris.

Na sociedade do prazer e do entretenimento
As igrejas não podem ficar oferecendo
Contemplação, salvação no céu e meditação;
Agora elas devem atender ao mercado,
Devem oferecer diversão e prosperidade terrena...

No Baile da Vida danço a música que o nosso tempo toca...
Há poetas Imparcialistas, que no Baile da Vida Contemporânea,
Não dança, apenas observam! São superiores! Se acham!

Eu e o Hermínio Vasconcelos dançamos embriagados de sexo fácil e vícios...
Eu danço sem culpa,
Sou um porco que chafurda na lama que é o seu lugar natural.
O Hermínio tem no fundo de sua simpatia com a vida
Uma ponta de culpa e peso na consciência

Abílio Santana
J.Nunez

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Sociedade das compras, Do sexo e do entretenimento.


Abstinências

Sociedade do prazer e dos vícios,
Indivíduos sem abstinências,
Sociedade sem abstinências,
"Espiritualidade" sem penitências,
Indivíduos sem altruísmo.

Sociedade das compras,
Do sexo e do entretenimento.
Indivíduos sem estrutura
Sociedade sem parâmetros.
Sociedade dos sem pecados...

Octávio Guerra
J.Nunez


Postagem em destaque

Fique por perto!

Volte logo, Não demore muito, Fique por perto! Eu te esperarei dentro e fora do tempo. Sua alma é nobre, Fique no sangue do meu sangu...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA