Pesquisar este blog

MOVIMENTO IMPARCIALISTA

MOVIMENTO IMPARCIALISTA
IMPARCIALISMO

sábado, 3 de janeiro de 2015

Um poema em itapema



Insignificância

Já vi o mar,
Mas nunca vi uma pedra,
Nunca me vi,
Os espelhos não me mostram por inteiro,
As águas me refletem parcialmente,
Vi minha sombra,
Meu corpo adormecido na cama,
Vi muita gente, poucas vezes as olhei por dentro...
Tudo reflete quem não sou...
Essas pessoas refletem quem elas não são.

Eu quero olhar uma pedra,
Entrar em sintonia com ela...
Caminhar entre seus átomos...
Ser o universo em uma delas.

Estou saindo da superfície,
Preciso  ir  fundo...
Preciso olhar  essas pedras mais vezes,
Preciso me olhar mais vezes ,
E cada vez mais,  profundamente...

Sou insignificante diante à natureza,
Quando sou  reflexo do egoísmo...
Sou o universo quando, humildemente,
Me deixo dentro de uma pedra,
sou tudo que é a obra de Deus.


Saulo Menezes Castro     

J.Nunez  

Itapema  - dia 01-01 -2015

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

TRIBUTO AO ÍNDIO BRASILEIRO




Tributo ao Índio
Tributo ao índio
Que índio?
De que tribo?
Daquela que exterminamos!
Salomão Alcantra
J.Nunez

Postagem em destaque

O Imparcialismo: O Ciclo de Saturno

O Imparcialismo que começou a ser escrito em 2006 E  revelado em 2008. Foi à leitura do fim de um período, Iniciado pós-guerras, tempos...

O Novo Contexto Para a Literatura Contemporânea

MOVIMENTO IMPARCIALISTA